Michael Jackson, o Rei do Pop

Mais que um mito, Michael Jackson.

Mais que um mito, Michael Jackson.

Michael Jackson

Existem pessoas que fizeram feitos tão grandes que transcenderam o limite da breve existência humana, homens e mulheres de proezas tão impressionantes que se tornaram símbolos, ícones, bandeiras, referências a alguma coisa, seres que foram imortalizados pelos seus atos.

Agora vou começar uma série de artigos com o propósito de homenagear e relatar os feitos de pessoas que usaram a comunicação para fazer transformações (nem sempre boas) no meio em que viveram. Personagens que se tornaram ícones de uma geração, de um ideal, de um conceito, de uma luta e etc.

Eu ia começar essa série falando do ativista pelo direito dos negros, o reverendo americano Martin Luther King Jr, porém, devido aos acontecimentos da última 5ª feira decidi homenagear o recentemente falecido o Rei do pop, Michael Jackson.

“Mas como assim Michael Jackson? Ele nem foi um grande comunicador!”, me indagou um colega quando falei a respeito do artigo que eu tinha em mente, e é aí que ele se engana. Realmente ele não foi um grande discursista como Martin Luther King, Mahatma Gandhi, entre outros, porém, Jackson foi um grande comunicador. E ele usava meios não convencionais para isso. Ele se comunicava com sua dança performática de movimentos incríveis, com sua voz aguda e suave, com o ritmo contagiante da sua música. E decorrente do seu inigualável talento algumas regras caíram por terra.

O seu álbum Thriller é um marco na luta contra a discriminação racial na indústria fonográfica. Mike foi o primeiro cantor afro-americano a receber exibição constante na MTV, rádios que outrora só tocavam música branca não puderam resistir e tiveram que tocar os sucessos de um artista negro.

E não foi só na luta racial que Michael se destacou. Ele também encabeçou um movimento de artistas para arrecadar fundos para a campanha USA for África, onde escreveu a música “We Are The World” cujos lucros foram destinados a reduzir os índices de mortalidade pela fome no continente africano. Jackson foi um dos primeiros artistas a chamar à atenção do mundo para pesquisas sobre a cura da AIDS lançando o single Gone Too Song, na época havia um grande preconceito por parte das pessoas.

Não foi só na música que Jackson foi revolucionário, seus videoclipes transformaram o jeito de produzir e fazer a promoção de músicas, sempre com efeitos especiais de ultima geração.

E é por essas e outras que Michael Jackson está sendo relembrado aqui, tendo essa singela homenagem.

Michael Joseph Jackson não foi apenas um cantor, dançarino, compositor, coreografo e empresário, ele foi um gênio a frente de seu tempo, e com a música e a dança falou muito mais do que muita gente. E ainda tem gente que acha que ele não foi um comunicador, vai entender!

E se você acha que alguém deve ser citado e/ou homenageado dê sua sugestão.

Valeu galera!!

Marcado com: , , ,
Publicado em Mentes Notáveis

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 447 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: