Igreja ou Comércio?

igreja e dinheiro

Aviso Impotante: Este post não tem o objetivo de ofender a liberdade de culto de ninguém, o que estou me propondo a fazer nele é uma análise crítica da prática de algumas igrejas, líderes religiosos, empresas ou mesmo cidadão comuns, que estão associando práticas comerciais (venda, propaganda e etc.) à religião. Pois bem, termos já explicados, comecemos!

Nos últimos anos o protestantismo vem crescendo no Brasil de maneira vertiginosa. Segundo dados do censo, os evangélicos representam 22,2 % da população brasileira, o número ainda é menor do que o de católicos, porém, há 12 anos, no último censo esse número era de 15,4%. Enquanto o número de protestantes cresce, o de católicos diminuiu de 73,6% para 64,6%. Ok, até aí não há nada demais no crescimento da religião cristã evangélica, porém este crescimento é resultado de investimentos que vão além da simples pregação do evangelho.

Só um cego não vê (ou um fiél fanático) os absurdos que acontecem em algumas Igrejas hoje, onde se aproveitando da ignorância do povo, de seus medos, de suas misérias, alguns líderes se tornam verdadeiros milionários. Hoje tudo é motivo para tais líderes arrancarem algo dos fiéis. Seja com os dízimos e até trízimos, ou seja com a venda de produtos milagrosos, parece até a venda de indulgências (prática comum da Igreja Católica na era medieval). E não é só com o dízimo e com as ofertas que esses líderes enriquecem, é também fazendo propaganda durante os cultos, ou seja, a Igreja está cada vez mais deixando de ser um lugar de espiritualidade e se tornando um lugar de práticas comerciais. Claro que não posso ser tolo de dizer que se trata de todas as Igrejas, pois muitas possuem um trabalho sério e o dinheiro pedido é para a manutenção dos trabalhos, mas uma pequena parte, que faz muito barulho, acaba por “sujar” a imagem das outras Igrejas, causada por tais práticas abusivas.

Quatro situações são tão descaradas que me fazem pensar no que está sendo plantado na mente das pessoas em algumas instituições religiosas. Abaixo algumas dessas situações que listei:

1 – Refrigerante Leão de Judá

Um pastor muito criativo teve a ideia de vender um refrigerante para concorrer com a Coca-cola, este refrigerante milagroso, o Leão de Judá Cola. Segundo o pastor-empresário, a Coca-cola é a responsável pelo consumo de cocaína no mundo e escrita ao contrário ela significa “alô diabo” (desconsidere o fato de Coca-cola ser escrita em inglês e o significado satânico em português). Tal iniciativa, mesmo que absurda e liderada por um pastor sem muita expressão nacional, já nos mostra um exemplo do que certos pastores fazem. Abaixo o vídeo.

2 – Pastor faz propaganda depois de oração

Outro evento que me deixou abismado foi a cara de pau de um pastor que fez propaganda de um consórcio de imóveis logo após a oração. Pareceu-me aquela cena famosa da Bíblia, onde Jesus expulsa os comerciantes do templo, pois estes fizeram o lugar sagrado de mercado. O infeliz que protagonizou essa cena se chama Marco Feliciano, que também é deputado. Veja esse absurdo!

3 – Clube das 1 milhão de almas

O polêmico pastor Silas Malafaia, em seu programa criou o clube das 1 milhão de almas. O projeto consiste em que cada colaborador dê ao pastor R$ 1000. Esse dinheiro, que será aplicado para comprar um canal de TV, pode ser parcelado ou a vista. Mesmo já parecendo um absurdo, o pastor Mike Murdok (convidado do programa de Malafaia e uma das principais influências do mesmo) chega a aconselhar que quem estuda em faculdade particular deixe de pagar uma das mensalidades, pois Deus iria recompensá-lo.

4 – O trízimo de Valdomiro Santiago

O dízimo já é prática comum nas Igrejas, inclusive sendo instituído na Bíblia, mas o trízimo (trinta porcento) é mais uma dessas coisas díficeis de acreditar, mas acredite que é verdade. Valdomiro Santiago, líder da Igreja Mundial, instituiu que em determinado período (dezembro de 2009 mais precisamente) os fiéis deviam dar 30% de tudo o que ganhavam para a Igreja ao invés de 10% como é praxe.

E por consequência de tais práticas que a religião é um dos negócios mais rentáveis no Brasil, chegando a ser matéria da revista Forbes (publicação norte americana sobre negócios), que listou os pastores mais ricos do Brasil. Segundo a revista Edir Macedo é o líder religioso mais rico do país com impressionantes US$ 950 milhões, seguido do ex-funcionário Valdemiro Santiago, que possui uma fortuna de 220 milhões de dólares. Em terceiro lugar aparece Silas Malafaia com US$ 150 milhões, em quarto lugar está R.R. Soares com 125 milhões e em quinto os fundadores da Igreja Renascer em Cristo, Estevam Hernandes Filho e a “Bispa” Sônia, com uma fortuna de US$ 65 milhões.

Não estou aqui dizendo o que cada um deve fazer com o seu dinheiro, mas é preciso que as pessoas tenham cuidado para não serem enganadas por aproveitadores, e não vale a frase que já ouvi muito por evangélicos: “O que fazem com o meu dízimo não é problema meu, a minha parte é dar o dízimo”. Precisamos ter mais consciência, sermos mais críticos para evitarmos que tais pessoas enriqueçam de forma indevida. Veja o seu dízimo como um imposto e que tal imposto deve ser revertido em obras que beneficiem a sociedade (como a pregação do evangelho). O líder religioso que enriquece com o dinheiro dado pelos fiéis não se diferencia muito do político corrupto que se apropria do dinheiro que deve ter outro destino.

Fé não é sinônimo de ingenuidade, seja crítico e raciocine: Será que a sua Igreja realmente faz o trabalho que deveria fazer? Será que a Igreja melhora a sociedade onde estou inserido? Será que nossos líderes estão realmente interessados no crescimento espiritual das pessoas ou me olha só como uma chance de engrandecimento financeiro?

Espero que todos entendam que acreditar cegamente em algo, ou em alguém, sem questionar, é mais nocivo que benigno. Se Deus nos deu um cérebro, ele gostaria que usássemos. Questione, analise, e veja se realmente a sua Igreja é digna da sua contribuição.

Gostou do post e quer ver mais conteúdo de qualidade? Então curta a minha página no Facebook e o meu twitter.

Imagem: http://thiagoccardoso.blogspot.com.br/2010/09/igreja-e-comercio.html

Marcado com: , , ,
Publicado em comportamento, Mundo
8 comentários em “Igreja ou Comércio?
  1. Eduardo disse:

    Blogueiro, você iniciou o post com ressalvas de não querer ofender a religião de Lutero, pois não há de ter esse afago ao hereges não. O protestantismo de todas as matizes é uma das semente do mal que se apossou da Igreja Católica a séculos atrás e que criou a nova religião dos homens Martinho Lutero e Calvino. Essa praga, como cardo e espinhos, evoluiu até chegarmos ao que assistimos hoje e que está fartamente noticiado aqui no blog.

    • willyrenan disse:

      Desculpa Eduardo, mas a sua opinião está carregada de argumentos tendenciosos, afinal você esta olhando pelo ponto de visa de um católico. Não concordo com as coisas que falaste, pois assim como você alega que o protestantismo é a semente do mal a mesma coisa pode ser estendida à Igreja Católica. Usei a alguns exemplos das Igrejas protestantes, mas não falei que são TODAS. Pelo contrário conheço várias instituições protestantes sérias e com o ideal de disseminar os ensinamentos de Cristo. Assim como noticiei os absurdos vistos nas igrejas evangélicas, também posso escrever, com base em farta literatura, os abusos praticados pela Igreja Católica Romana.
      O meu post foi sobre os abusos cometidos em tais igrejas, mas não se esqueça que a igreja católica é bilionária, cheia de posses e que durante muito tempo não só pediu o dízimo, como também explorou as misérias do povo (lembra das indulgências? Dos altos impostos que os camponeses pagavam?). Hoje ela se encontra enfraquecida, mas não devemos desmerecer o seu passado, e ainda hoje também faz parte do jogo político.
      Como eu disse no post, pense e questione. Mesmo você sendo católico, evangélico e etc.

      • Ronaldo disse:

        Pelo o que eu vejo, se a história do cristianismo fosse da fato a “verdade”, não havia tido a necessidade de ser imposta pela espada, perseguições, inquisições e pelas cruzadas que fizeram no passado, e nem tampouco os bispos católicos teriam a necessidade de precisar pagar a alguém para que fosse feita uma nova tradução da bíblia (vulgata), cuja tradução era – e é- tendenciosa aos princípios do catolicismo.

  2. Eduardo disse:

    SÃO TOMÁS DE AQUINO DEFINE UM CRISTÃO NÃO COMO UM MERO “SEGUIDOR DE CRISTO”, QUE PODERIA SER QUALQUER UM QUE ALEGASSE ISSO, MAS COMO UM MEMBRO DA IGREJA FUNDADA POR CRISTO, A IGREJA CATÓLICA ROMANA. PORTANTO, DESDE QUE UM PROTESTANTE NÃO É MEMBRO DA IGREJA FUNDADA POR CRISTO, É ÓBVIO QUE UM PROTESTANTE NÃO É UM CRISTÃO.
    São Tomás de Aquino (Summa Teologica)

    • willyrenan disse:

      Desculpa Eduardo, mas o foco deste post não este. Isso é uma opinião sua, com base em um líder da própria Igreja Católica, ou seja, você cai no mesmo erro que muitos protestantes caem, de ver somente a sua vertente como a verdadeira, de ver como base no que foi dito pelos seus líderes.
      Agora vamos falar de história: A Igreja fundada por Cristo é a Igreja Católica Apostólica, e não a Igreja Católica Apostólica Romana. Igreja Católica Apostólica significa que é a Igreja fundada pelo apóstolos (apostólica) e que é universal (católica), porém a Igreja primitiva cristã se difere muito da Igreja Romana.
      Assim como muitas Igrejas Protestantes de hoje, a Igreja Católica não é sinônimo de integridade e nem de moral. Durante muito tempo matou, puniu e torturou pessoas. Você tem que ser mais crítico amigo.
      O objetivo do post não foi ressaltar a verdadeira Igreja de Cristo, pois não acredito nisso. O objetivo do post foi fazer com que as pessoas sejam mais observadoras e críticas com os rumos das suas religiões.

  3. Gostei do post. As pessoas estão financiando malandros sanguessugas da sociedade ,que ingênuos dão dinheiro como se quisessem “comprar” indulgências milagres ou coisas que elas querem adquirir achando que é melhor pedir ao céu do que trabalhar e batalhar por aquilo.Jesus ensinou a amar, se as pessoas cumprissem esse mandamento já bastaria.E chega de blá blá e mais ação.

  4. Eduardo, Jesus Cristo nunca foi católico e muito menos romano, e este Tomás de Aquino nunca foi santo. O Senhor Jesus dos católicos, não é o da Bíblia Sagrada, existe uma diferença muito grande entre eles. Se você gosta de ser engando, fica onde está, mas se você ama a Verdade, obedeça o Senhor Jesus da Bíblia Sagrada, pois Ele disse: Examinai as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna e são elas que de mim testificam.

  5. Não devemos defender instituições religiosas. Todas são heréticas e conduzem seus fiéis, por caminhos que parece direito. Isto, pode parecer um absurdo, mas é a pura verdade. As lideranças religiosas, se reúnem discretamente, longe dos olhares de suas membresias, sem que eles percebam. Nas sociedades secretas, eles se confraternizam, como verdadeiros irmãos. São eles os causadores do fanatismo religioso, e dos confronto doutrinários. Eles fabricam religiosos e controlam o povo como se fossemos gados e os usam como massa de manobra. Eles estão cada vez mais ricos ( materialmente ) e o povo cada vez mais pobre ( materiamente e espiritualmente ) Examinem as Escritura com um pouca mais de atenção e verão que construções de templos e dízimos, não fazem parte do Verdadeiro Evangelho de Cristo. Os líderes religiosos usam o nome de Jesus, para nos afastar dEle, que o Verdadeiro e único Caminho. Não sou herege, amo a Palavra de Deus. Não sou rebelde, apenas gosto de sinceridade. Não sou desviado, simplesmente sou um Cristão sem rótulo institucional. Por isto, falo sem medo. Despertem do sono espiritual e Cristo te esclarecerá.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 447 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: