Niki Lauda – O mito da F1

lauda-ok

Quem não se interessa por automobilismo talvez não conheça Niki Lauda, mas este homem é um dos maiores pilotos que a Fórmula 1 já viu e um mito vivo, para se ter ideia, ele era ídolo de outro grande ídolo: Airton Senna, ou seja, Niki tem bagagem. O cara foi três vezes campeão da principal categoria do automobilismo do mundo, e hoje comanda a mais forte escuderia da F1: a Mercedes.

Mas a história bem sucedida na Fórmula 1 de Niki Lauda vai além do automobilismo e serve como exemplo para empreendedores e pessoas com vontade de mudar de vida. Separei algumas importantes lições que tirei da história de Niki Lauda na F1.

1 – Não dê ouvidos aos críticos

O jovem Andreas-Nikolaus Lauda nasceu em Viena, Áustria. Era de família abastada, porém seu pai, que era um homem rico e muito influente, era opositor à vontade do seu filho de ser piloto de automobilismo. Mesmo assim Nikki foi atrás do seu sonho, não se importando com a imposição da sua família. A vida sua vida na F2 também não foi muito fácil, pois o piloto teve um fraco desempenho, e claro que críticas severas ao seu desempenho foram feitas, mas Lauda acreditava no seu potencial e mesmo assim continuou.

2 – Invista no seu sonho

Essa é uma parte interessante da história de Lauda no automobilismo. Para correr na equipe March da F2 (uma espécie de divisão de acesso à F1), ele fez um empréstimo e usou este dinheiro para bancar o seu posto como piloto, e os seus prêmios iam direto para a equipe, ou seja, ele estava investindo a longo prazo na sua carreira. Tal investimento só deu resultados anos depois quando este ingressou na Ferrari, já tendo 3 anos de F1.

Além do investimento financeiro, Lauda investiu tempo e energia no seu sonho. Durante algum tempo competiu simultaneamente em 3 categorias, tudo para aperfeiçoar a sua pilotagem.

3 – Conheça profundamente o seu negócio

Quem não conhece razoavelmente a F1 pode achar que a disputa consistem apenas em ter carros rápidos e que tal trabalho fica a cargo somente do engenheiro, porém é mais que isso. Niki Lauda além da grande capacidade técnica como piloto era ótimo no ajuste do carro, ajudando os seus engenheiros à extraírem o melhor da máquina.

Lauda também conhecia profundamente os bastidores da F1 e foi justamente usando os seus conhecimentos e um pouco de malandragem que conseguiu o lugar na sua primeira equipe na categoria, a BRM: Ele mentiu para Louis Stanley, que teria o patrocínio de um importante banco aústriaco. Comecou a temporada e foi melhorando, a ponto de Stanley perdoar-lhe pela mentira, quando descobriu, e conseguiu terminar o ano.

Após deixar de ser piloto Niki Lauda continuou seu trabalho na F1 onde foi consultor técnico na Ferrari, diretor técnico na Jaguar e hoje é presidente não-executivo do conselho diretor da Mercedes, atual bi-campeã da modalidade. Cargos dados somente a quem entende muito do negócio.

4 – Corra riscos calculados

Lauda era um ótimo corredor, foi muitas vezes pole-position além de ganhar vários GPs de ponta a ponta, mas sempre foi frio e calculista. Dificilmente se envolvia em manobras arriscadas ou perdia o controle mental. Para Niki, diferente da mentalidade de outros pilotos na época, não valia a pena correr altos riscos de acidentes por posições no pódio. Em um episódio em 1976 durante o grande prêmio da da Alemanha em Nurburgring, ele foi contra a realização da corrida, pois chovia muito no dia, mesmo assim os outros pilotos queriam a corrida naquele dia. Contrariando a sua posição, Lauda correu o GP e sofreu um acidente que quase lhe tira a vida.

Na mesma temporada durante a realização do GP do Japão, Niki Lauda abandonaria a prova por esta está em situação semelhante ao GP da Alemanha, abandonando a chace de ser campeão.

5 – Procure sempre o alto desempenho

Niki Lauda acordava cedo, começava os treinos preparatórios bem antes dos adversários, além de fazer, fora das pistas, atividades que o beneficiariam nas corridas, foi assim que ele começou no mundo da aviação, que para ele desenvolvia a concentração. Tais esforços se mostravam nas corridas, onde o mesmo mostrava uma pilotagem magistral.

sennalaudafittipaldi

Senna, Lauda e Fittipaldi

Niki Lauda e o empreendedorismo

Sendo assim, com grande conhecimento do negócio e com um intelecto acima dos demais da categoria, Lauda fez história na categoria e levou tais atributos para o mundo do empreendedorismo. Niki Lauda é fundador da Lauda Air, que em 2000, a companhia se tornou parte da Austrian Airlines, membro da Star Alliance. Em 2012, a empresa foi integralmente absorvida pela Austrian. Em 2003, o piloto fundou a Niki, que tinha como foco o mercado de baixo custo, operando com uma moderna frota composta pela família A320. Anos mais tarde, a companhia recebeu seus primeiros Embraer 190. Após uma série de negociações, a empresa foi vendida para a Air Berlim, em 2011.

Hoje Lauda é proprietário da Amira Ais, empresa aérea focada no segmento de negócio e alto luxo.

Como podemos ver acima, a história do mítico piloto Niki Lauda é um exemplo e uma grande inspiração para todos nós.

Para Saber Mais:

Corrida Para A Glória – James Hunt Versus Niki Lauda – A História Do Maior Duelo Da Fórmula 1 (Livro)

Rush no limite da emoção (filme)

Fontes: Enciclopédia F1, Manual do Homem Moderno, Aero Magazine, Esporte Ig e cezarfittipaldi.blogspot

 

 

Marcado com: , , , , ,
Publicado em Mentes Notáveis

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 447 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: