Óculos Rift e a educação

 

oculus-rift-vr-headset-1200x698Muito se discute sobre os rumos da educação e uma das minhas principais apostas para revolucionar a educação nos próximos anos é o uso dos óculos de realidade virtual. Aliás, os óculos de realidade virtual já são uma realidade com vários modelos disponíveis no mercado, dos mais caros como o Gear VR e o Óculos Rift, até os mais baratos como o Google Cardboard(que você pode fazer com papelão e algumas peças podem ser adquiridas facilmente na Internet). A outra boa notícia é que já existem inumeras startups desenvolvendo aplicativos para usar a tecnologia com fins educacionais. Um bom exemplo disso é a startup brasileira Beenoculus.

OculusAgora imagine a imersão que tais plataformas terão e o impacto gerado na aprendizagem. Continuaremos lendo os livros de história, mas agora será possível assistir fatos históricos como espectadores ou até mesmo interpretá-los em um ambiente virtual. Ou a revolução no aprendizado de línguas estrangeiras onde o aluno poderá treinar em um ambiente simulado a conversação. Não fará mais sentido usar o quadro negro para explicar as ligações de uma fórmula química quando será melhor vê-la em realidade virtual ampliada.

Além do ensino básico, cursos universitários ou mesmo cursos específicos poderão se beneficiar da tecnologia. Estudantes de medicina poderão treinar cirurgias, engenheiros poderão ver o projeto com mais detalhes e físicos poderão olhar dentro das estrelas, um bombeiro poderá treinar situações de risco e etc.

Novos tempos, novas maneiras de educar. Claro que não depende só do sucesso as realidade virtual, mas sabemos que um dos maiores desafios da educação nestes tempos de tecnologia abundante é capitar o interesse e a atenção das crianças, e os óculos de realidade virtual, pela capacidade de imersão e que podem também servir como plataformas para jogos educativos, são uma saída interessante, além de mostrarem uma possibilidade pedagógica nunca vista antes.

img_8649

Escola de São Paulo já testa nova tecnologia

Viajando um pouco mais além, imagine essa garotada aprendendo também a programar para criar o seu próprio ambiente virtual, como no jogo Minecraft por exemplo? Enfim, As possibilidades são infinitas. Bons tempos para a educação se os responsáveis souberem aproveitar os recursos disponíveis, como por exemplo uma iniciativa em escolas públicas em São Paulo.

Essa também é uma ótima oportunidade para desenvolvedores de software, pois a plataforma é relativamente nova e ainda há muitas áreas para explorar, mas é bom andar rápido, pois estão pipocando pessoas e empresas interessadas neste novo segmento de negócios.

Nos próximos anos veremos falarem muito desta tecnologia, ainda mais pelo seu aprimoramento exponencial. Além da educação, áreas como entretenimento, negócios imobiliários, medicina entre outras, vão se beneficiar da Realidade Virtual.

Curtiu o post? Então comente, compartilhe, assine o nosso feeds e siga-nos nas redes sociais. O Willy Blog sempre disponibiliza conteúdo de qualidade e relevante para construirmos um mundo mais inovador. Conto com você para construí-lo juntos!

Fontes: Época.com – Realidade Virtual na Sala de Aula, G1 – Óculos de realidade virtual brasileiro usam celular e focam na educação, Zero Hora TV – Oculus Rift e educação imersiva: o aluno dentro da matéria e colegioweb.com – Oculus Rift em escolas: qual será o futuro?

Marcado com: , , , ,
Publicado em Criatividade, Empreendedorismo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 447 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: