Como lidar com conflitos

conflitos-organizacionais-prejudiciais-funcionários

Um dos aspectos fundamentais de um bom líder é administrar conflitos, pois estes sempre irão existir e a resolução dos mesmos pode pôr em cheque o trabalho da liderança. Muitas vezes a falta de resolução de conflitos ou a resolução feita de forma equivocada acaba com o engajamento da equipe e afeta diretamente nos seus resultados.

Confira algumas dicas para resolver conflitos da melhor maneira e fortalecer sua figura como líder.

1 – Não se omita

Se existe um conflito em uma equipe ou empresa é importante que se enfrente com firmeza e sabedoria, mas que se enfrente. Na minha vida profissional,  vi muitos líderes perderem a moral com suas equipes, pelo simples fato de evitar se posicionar ou de agir perante um conflito.Às vezes é preciso decidir e tomar partido de um dos lados, mas é importante ressaltar os critérios pelo qual tal atitude foi tomada. Muitas vezes quando não se intervem em um conflito, este tende a piorar e ficar insustentável, quanto antes o líder agir e cortar o mal pela raiz, melhor!

2 – Clareza de objetivos

Muitos conflitos acontecem porque a liderança não estabelece normas e procedimentos e o desencontro de informação também pode gerar conflito. Por isso é importante desde o começo estabelecer de forma clara e justa os procedimentos e objetivos que devem ser seguidos. Quando os membros de uma equipe são orientados de uma mesma maneira, com os mesmos parâmetros e para o mesmo objetivo as chances dos conflitos aparecerem são menores.

3 – Um ambiente de diálogo e respeito

É preciso ouvir os dois lados para ser justo e tomar uma decisão, porém, o mais importante é fazer com que as partes conflitantes apresentem os seus argumentos de forma serena, embasada e de preferência com dados e fatos. É preciso também criar um ambiente de respeito, evitando qualquer tipo de sarcasmo, agressividade ou gozações (neste último, brincadeiras são saldáveis dentro do consentimento mútuo, mas dentro dos limites).

Estabelecendo esses dois aspectos, deve-se incentivar a equipe à resolver os problemas antes de chegar no líder, assim treinando a maturidade dos seus integrantes, caso não haja consenso, o líder deve agir como intermediador primeiramente, depois como juiz, mas cada caso é um caso e a atitude tomada vai depender da sensibilidade do líder.

4 – Mantenha uma atitude racional

É comum que as discussões se exaltem e se tornem mais acaloradas, mas é essencial sempre manter a serenidade, pois os colaboradores tendem a respeitar mais o líder que se mantém racional. É preciso, sobre tudo, passar firmeza e tranquilidade e deixar claro que a discussão será mantida dentro dos limites do respeito e da racionalidade.

Caso algum dos colaboradores perder a calma e agir com agressividade, procure acalmá-lo e dá um tempo para que ele esfrie o seu ânimo, não dá para explicar nada à alguém que perdeu o controle emocional. Depois quando os ânimos esfriarem continue a conversa, mas antes chame o esquentadinho para uma conversa particular e seja firme com ele.

5 – Não procure culpados, procure soluções

Todo conflito tem uma origem, às vezes são pontos de vistas divergentes, e outras são pessoas agindo de forma equivocada. Não é interessante investir tempo procurando culpados, é mais benéfico e produtivo encontrar uma solução para o conflito. É preciso focar em pontos de convergência e comprometer a equipe de forma objetiva e produtiva na resolução dos conflitos.

Caso o causador do conflito seja identificado, é necessário que o líder converse com ele a sós mostrando de forma sincera e respeitosa os impactos da sua atitude .

 

6 – Procure ser empático

O líder deve ouvir e se colocar na pele das partes divergentes, assim ficará mais fácil ter uma visão do problema. É importante ouvir mais do que fale, e quando falar o líder deve ser direto, procurando mostrar que se importa com os colaboradores e que está disposto a ouvi-los. Mas é importante manter o equilíbrio e ponderar os lados das partes.

Seguindo essas dicas simples você verá que os conflitos muitas vezes são oportunidades de crescimento para as partes e que com uma pessoa equilibrada como líder os conflitos serão resolvidos da melhor maneira possível.

Curtiu o post? Então comente, compartilhe, assine o nosso feeds e siga-nos nas redes sociais. O Willy Blog sempre disponibiliza conteúdo de qualidade e relevante para construirmos um mundo mais inovador. Conto com você para construí-lo juntos!

Marcado com: , , ,
Publicado em Empreendedorismo, Liderança

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 447 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: